Categories
Entrudo nas Aldeias do Xisto de Góis

“Nestas aldeias o Entrudo vivia-se de forma simples. Procuravam-se roupa e objetos velhos, algo que ocultasse o rosto e de seguida brincava-se…  No Entrudo eram realizadas “corridas” às aldeias vizinhas, onde tudo era permitido, nomeadamente, declamar quadras jocosas sobre esses habitantes, registadas durante o ano. Para se manter a tradição a Lousitânea tem procurado manter rigor no grupo de pessoas que fazem parte desta corrida com o intuito de manter a tradição e para que esta não caía em algo que nada tenha a ver como as nossas tradições, com a nossa raiz cultural. Para isso foi criado uma pequena lista de recomendações para a participação na folia de modo se mantenha a tradição, visto que o grupo tem vindo a crescer e gostaríamos muito de poder contar contigo para fazeres parte dele. Assim, por base nos registos orais da população local concluímos que para “Correr o entrudo” é necessário rigor no modo de participar e para fazer parte do grupo de foliões.” – in Lousitânea PROGRAMA – Domingo, 3 de março 08h30: Receção dos foliões na Aldeia do Xisto de Aigra Nova 09h30: Início da Corrida ao Entrudo 10h00: Chegada à Aldeia do Xisto da Pena 11h00: Chegada a Aldeia do Xisto da […]

Comments: 0
Rali de Portugal, o regresso a casa!

O Rali de Portugal, que vai ter lugar no centro e norte do país, de 30 de maio a 02 de junho, regressa a Arganil, Góis e Lousã 🙂 “O programa do Rali conta com um percurso de 1.463,55 quilómetros, dos quais 311,59 cronometrados ao longo de 20 especiais de classificação. O ‘shakedown’ tem lugar a 30 de maio no circuito de Baltar, em Paredes, seguindo-se a partida da porta férrea da Universidade de Coimbra. Para dia 31 estão previstas passagens por Coimbra, Lousã, Góis, Arganil e Lousada. No dia seguinte (01), o Rali está já plenamente instalado no Norte, com especiais em Vieira do Minho, Cabeceiras de Basto, Amarante e Vila Nova de Gaia. Por fim, a 02 de junho, Montim, Fafe e Luílhas acolhem as derradeiras etapas, antes da consagração dos vencedores em Matosinhos.” Fonte: Sapo desporto Espera-se uma grande adesão de público que, deseja-se, se comporte à altura do evento e não prejudique a continuação de futuras edições na nossa região.

Comments: 0
O Início…

Estou em êxtase! Há um ano, quando desafiei a minha esposa, a minha  irmã, o meu cunhado e o meu Pai a embarcar nesta viagem, apesar de convicto, não tinha a certeza se para eles este era o momento.  Em fases distintas houve avanços e recuos até que o projecto ganhou forma e “pernas para andar”. Ao cabo destes meses, e após algumas noites mal dormidas e muito trabalho, a  1ª fase está concluída e o sonho de abrir as portas da nossa casa a quem nos visita tornou-se realidade. A casa, que em minha opinião é um ex libris da nossa região – estética e historicamente falando, conta não só a história de alguém importante e com responsabilidades no caminho tomado pelo nosso país no início do século XX, mas também a nossa história – as dificuldades, o trabalho e o esforço dos nossos pais em proporcionar o bem estar e providenciar a educação necessária aos seus filhos. Gostaria de agradecer publicamente a todos os envolvidos que, directa ou indirectamente, apoiaram este projecto. Um agradecimento especial ao meu Pai, irmã, cunhado, esposa, filha, sogra, João Pedro e à Trans Serrano – a minha entidade patronal. Obrigado pela confiança, bem […]

Comments: 0
Translate »